top of page

Levaram os meus cartoes!! E agora?!

Em momentos de apuros pode ser difícil parar para pensar no que deve ser feito. Uma dessas situações é o roubo/furto de cartões de crédito ou débito. Manter a calma e tomar as medidas necessárias não é fácil.

Por isso não se torture caso tenha primeiro cuidado de si mesmo antes de começar a resolver as outras demandas.

Estando em plenas condições o primeiro passo é entrar em contato com o banco responsável pelos cartões. Quanto antes, melhor. Essa ação pode impedir que qualquer compra feita seja cobrada na sua fatura e que de alguma forma você seja obrigado a pagar por algo que não comprou.

O comportamento normal das instituições financeiras é fazer o cancelamento automático dos cartões e estornar qualquer compra feita após o aviso do roubo. Porém nem tudo são flores.

Tivemos um cliente que mesmo depois de ter avisado do furto, o banco liberou o dinheiro de um empréstimo solicitado pelos ladrões e debitou as parcelas como se nada houvesse acontecido. É um absurdo, não é mesmo? Infelizmente para esse tipo de situação só indo ao judiciário para resolver.

Entramos com a ação, conseguimos provar o erro do banco, solicitamos a devolução do dinheiro do empréstimo e conseguimos uma indenização por todo o transtorno gerado sem necessidade pela empresa.

Depois de informar ao banco, o segundo passo é registrar um boletim de ocorrência. A depender do seu Estado, esse passo pode ser feito de maneira online. Ao considerar que a comunicação de crime falso é um crime, entende-se que se alguém vai até uma delegacia para notificar o roubo, isso é uma verdade.

Sendo assim, caso você, ou alguém que você conheça, tenha passado por essa situação esses são os 2 passos essenciais para que não haja a cobrança indevida pelos possíveis gastos na utilização dos seus cartões.

Caso seja cobrado mesmo depois de informado ao banco é possível ir ao judiciário solicitando a correção da situação. Na dúvida, sempre busque orientação profissional.





2 visualizações0 comentário
bottom of page